Página

Supervisão

PAC – Programa Ambiental da Construção

A Supervisão Ambiental através do Programa Ambiental da Construção visa estabelecer critérios e requisitos, destinados a nortear as ações técnicas das empresas de construção, ao longo da execução das obras, de forma a evitar danos ao meio ambiente e à saúde dos trabalhadores da obra. Dessa forma o P
AC propõe basicamente implementar ações preventivas à degradação ambiental, concomitantemente à implantação do empreendimento e recompor todas as áreas impactadas pelo conjunto de intervenções ao meio ambiente, de maneira que sejam reestabelecidas nos seus aspectos cênicos e que sejam mantidas as relações normais ou aceitáveis de solo/água/flora/fauna.

 

PSSMO – Programa de Segurança e Saúde da Mão de Obra

A Supervisão Ambiental através do Programa de Segurança e Saúde da Mão de Obra visa garantir, por ações preventivas, a integridade física e a saúde dos trabalhadores, funcionários terceirizados, fornecedores, contratantes, visitantes, enfim, as pessoas que irão atuar direta ou indiretamente na construção do trecho Governador Valadares – Belo Horizonte da BR-381, através da implementação da legislação vigente sobre saúde e segurança.

 

PRAD – Programa de Recuperação de Áreas Degradadas

A Supervisão Ambiental através do Programa de Recuperação de Áreas Degradadas visa assegurar que a utilização das áreas de apoio às obras e de fontes de materiais seja efetuada com o mínimo de degradação possível, realizando sua recuperação após a desmobilização, visando o restabelecimento das características paisagísticas locais, em consonância com seu uso futuro. Os projetos de engenharia do empreendimento incluem a recomposição de todas as áreas de uso de obras, sendo elas: os canteiros de obra, caminhos de serviço, jazidas e caixas de empréstimo, usinas de asfalto, cortes, aterros e bota-foras.

PRV – Programa de Recomposição Vegetal

A Supervisão Ambiental através do Programa de Recomposição Vegetal visa minimizar os impactos ambientais sobre a fauna e a flora local, através da ampliação da área de cobertura vegetal nativa, da interligação de remanescentes florestais, da criação de habitats para a fauna associada a esses ambientes e da conservação das espécies vegetais.

PRPA – Programa de Recuperação de Passivo Ambiental

A Supervisão Ambiental através do Programa de Recuperação de Passivo Ambiental visa apresentar os procedimentos para a recuperação dos passivos ambientais identificados e caracterizados nos projetos de engenharia.

PCPE – Programa de Controle de Processos Erosivos

A Supervisão Ambiental através do Programa de Controle de Processos Erosivos visa monitorar as ações de controle efetivo dos processos erosivos executadas pelos consórcios construtores bem como as atividades oriundas das obras e evitar o desencadeamento de processos instabilizadores do solo/rocha na fase de operação da rodovia através de monitoramento sistemático e manutenção contínua de seus dispositivos.

PTP – Programa de Tratamento Paisagístico

A Supervisão Ambiental através do Programa de Tratamento Paisagístico visa propor ações que possam mitigar os impactos ambientais passíveis de serem causados a partir da implantação da ampliação da rodovia, buscando incorporá-la na macropaisagem em termos estruturais e ambientais. Será indicado o tratamento paisagístico como medida compensatória da perda do patrimônio biótico das áreas de uso do canteiro de obras, devido ao desmatamento necessário à duplicação, bem como a implantação de barreira vegetativa para redução da perda de água por escoamento superficial na drenagem superficial de proteção do corpo estradal, de modo a aumentar a segurança de trafegabilidade da rodovia.

PGREL – Programa de Gerenciamento de Resíduos e Efluentes Líquidos

A Supervisão Ambiental através do Programa de Gerenciamento de Resíduos e Efluentes Líquidos visa supervisionar as atividades de gerenciamento de resíduos e efluentes líquidos durante a fase de implantação do empreendimento, verificando o atendimento às normas técnicas e legislação específica e assegurando a mitigação dos possíveis impactos gerados ao meio ambiente.